quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

E O "AJAYÔ" DE CARLINHOS BROW NO THE VOICE BRASIL?



 

Imagine você a cena, um "penteca" bem entusiasmado ou um "carismático" fervoroso, ao terminar sua apresentação no referido programa gritasse:

" - Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristoooooo! ou " - A paz de Nosso Senhor esteja com todos!" ou ainda "Viva Nosso Senhor Jesus Cristo!!!"
 
E nesse momento a plateia toda respondesse em uníssono:

"- Para sempre seja louvadoooo" ou alguma jaculatória de resposta parecida.
 
Você imaginou?

Não, né? Porque a cena certamente sofreria alguns cortes na reedição, por respeito as demais religiões, sobretudo brasileiras de matriz africanas.

Mas aí você deve está me perguntando, o que tem a ver uma coisa com outra coisa.

Já respondo.

"AJAYÔ" tem a mesma força de significado, porem para o Candoblé e sua entidades, significa o sopro da saudação à Oxalá, mais especificamente "Que a paz de Orixá se faça presente entre nós!"
 
E o Brasil inteiro responde:
 
"Que assim seja!!!"

Oxalá e os Orixás: Segundo o site "Juntos no Candoblé", Dentro da Religião do Candomblé muitos  se confundem sobre o que é orixá Oxalá. E o sincretismo diz que Oxala é Jesus. Apesar de a imagem de Jesus Cristo ser figura obrigatoriamente em lugar de honra em todos os Centros, Terreiros ou Tendas de Umbanda, em local elevado, geralmente destacada com iluminação intencionalmente preparada, de modo a conformar uma espécie de aura de luz difusa à sua volta, a herança da tradição africana afirma que Oxalá cóexistiu com a formação do mundo e Oxalá ja era antes que Jesus o fosse. 

Oxalá é o Orixá masculino, de origem Ioruba Nagô, entidade amplamente cultuada no Brasil.

O Dialogo inter-religioso: Quando esse é o assunto, há muita confusão, entende-se que nesse dialogo, tudo é tolerável em busca da suposta "paz", e não é bem assim, pois se o acreditássemos, seria o mesmo que afirmar a relatividade de nossa própria religião. O diálogo só pode existir no pressuposto de que os dialogantes acreditam que é possível encontrar uma verdade comum, estão abertos a ela e veem o diálogo justamente como ferramenta para chegar a ela. Quando esse pressuposto não existe, o dialogo se torna apenas uma arma retórica para aniquilar o adversário ideológico.

Tendo por base as afirmações acima, o dialogo e o respeito é a melhor forma de se viver no mundo e na sociedade apesar de nossas convicções de fé divergentes, sendo até as vezes possível uma união ideológica ou política, para a defesa de um bem comum as partes, mas se estamos em busca da verdade, esse diálogo deve nos levar a ela, e ao método de Platão, "Verdade conhecida, Verdade obedecida!"

   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...