quinta-feira, 19 de novembro de 2015

A ALEGORIA DO ESCORPIÃO E A TARTARUGA

Uma tartaruga nadava alegremente em um rio quando um escorpião que estava na margem chamou-a.
Por ser um péssimo nadador, o escorpião pediu à tartaruga que o carregasse em suas costas até a outra margem do rio. “Você está louco?”, exclamou a tartaruga. “Você irá me ferroar enquanto estiver nadando e eu me afogarei.”
“Querida tartaruga”, riu o escorpião, “se eu a ferroasse, você se afogaria e eu afundaria contigo, e me afogaria também. Onde está a lógica nisso?”
A tartaruga pensou bem, e viu lógica na explicação do escorpião. “Você está certo!”, disse a tartaruga. “Suba!” O escorpião subiu no casco da tartaruga e, quando estavam a meio caminho da outra margem, deu uma poderosa ferroada na tartaruga. Enquanto ambos afundavam nas águas do rio, a tartaruga disse, resignada:
“Você disse que não havia lógica em você me ferroar. Por que, então, você fez isso?”
“Isso não teve nada a ver com lógica”, disse o escorpião, que se afogava. “Essa é minha natureza.”
                                                    (Nur ad-Dīn Abd ar-Rahmān Jami - Poeta, teólogo e místico Sufi)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...