sexta-feira, 4 de abril de 2014

IDEOLOGIA DE GÊNERO VERSUS PNE: MAIS UMA PÁGINA VIRADA E SEM NENHUMA RESPOSTA!

Votação do PNE adiada mais uma vez, será na próxima Terça e Quarta Feira (08 e 09 de Abril apartir das 14:30) 

A noite de votação da Comissão Especial da Câmara da última quarta feira foi marcada por acalorados discursos contra e a favor da implementação da Ideologia de Gênero nas escolas através do PNE, diferente das outras votações anteriores que discutiram outros assuntos urgentes do planejamento e os investimentos da educação para a próxima década, a discussão dessa sessão girou em torno da questão da Ideologia de Gênero.

O debate acirrado envolveu deputados e grupos religiosos e se deu em torno de um dos incisos do artigo 2º, que afirma que uma das diretrizes do plano é a superação das desigualdades educacionais presentes do Brasil. A Câmara aprovou o texto afirmando que tal superação deve se dar “com ênfase na promoção da igualdade racial, regional, de gênero e de orientação sexual”. Porém, quando o PNE chegou ao Senado, os parlamentares alteraram a redação do trecho para “erradicação de todas as formas de discriminação.

Os ânimos começaram alterar, quando o relator petista, defensor da ideologia de gênero, insistiu que manteria o texto original da Câmara (rechaçado pelo Senado), e foi refutado por vários deputados, dentre eles, de modo brilhante e preciso, pelo deputado Marcos Rogério, de Rondônia, apoiado pelos deputados Stefano Aguiar, Paulo Freire e outros. Marcos Rogério ressaltou: "Discriminação é crime no Brasil e deve ser punida na forma da lei. Agora, patrocinar a promoção de práticas como metas do Plano Nacional, extrapola os objetivos centrais desse Plano Nacional" (Cf.https://www.youtube.com/watch?v=M_uuk-NwAlg).

E por incrível que pareça diante de tudo, o presidente da sessão (certo de que há maioria de votos para rechaçar a ideologia de gênero no PNE), preferiu conter os ânimos já bastante exaltados e, para surpresa de todos, de modo súbito, encerrou a sessão, cuja votação foi adiada para terça e quarta-feira próximas.

Quero dar ênfase ao texto do Deputado Paulo Freire que brilhantemente teve o cuidado de apresentar argumentos precisos e bem elaborados para pôr em discursão algo que, independente do posicionamento contrario ou a favor, ninguém pode negar sua importância e intervenção na estrutura familiar e no âmbito escolar. O texto está disponível em PDF no seguinte link: Texto em inteiro teor.  

Faço votos e pedido que meus leitores leiam o texto linkado, senão em sua totalidade pelo menos em partes para que tenham acesso aos conteúdos da discursão. Infelizmente algumas pessoas e até mesmo instituições têm tratado o fato com  desdém e não dado a atenção devida, e muitos se apressam em dar opiniões sem saber direito do que se trata, isso é muito ruim para o debate, visto que há uma tendência nestes grupos de ridicularizar os que não concordam com a sua opinião, e fazem uso de opiniões de pessoas ou grupos despreparadas para dizer que todos os contrarios a agenda de gênero no Brasil são meros fundamentalistas e preconceituosos. 

Outros artigos?



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...