segunda-feira, 24 de março de 2014

LIBERAÇÃO DA MACONHA: MAIS UMA DAS PRESEPADAS DO DEPUTADO JEAN WYLLYS




Enquanto o Brasil inteiro ficava atordoado com a divulgação na mídia sobre a entrada de uma nova espécie de maconha artificial em território brasileiro o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) se preparava para aprontar mais uma de suas presepadas. Nesta ultima quarta feira, dia 19 de Março, o deputado protocolou um projeto de lei que autoriza a produção e venda de maconha no país. Pela proposta, o governo teria o controle da comercialização por meio do registro dos locais de produção e pontos de venda, além de ficar obrigado a padronizar e inspecionar o produto. Também ficaria permitido o cultivo limitado da planta da cannabis, matéria-prima da droga, dentro da casa do usuário.

Incrivelmente políticos como esses continuam fazendo uso de estratégias imediatas para problemas que merecem no mínimo uma atenção responsável que tenha efeitos nas raizes e não em soluções superficiais que simplesmente vão amenizar o problema. A proposta que não tem unanimidade na câmara mas que também, devo dizer, não é nenhum projetinho inofensivo, tenta resolver a questão da guerra do tráfico de drogas e as rivalidades e mortes devido a essa prática, porém não leva em consideração que um dos maiores ofensores na problemática da educação no país está justamente no uso de drogas e a liberação de mais uma seria aumentar o problema.

Em outras palavras o deputado defende que criminosos que estejam presos por crimes relacionados ao comércio do consumo da droga recebam ANISTIA e que aqueles que hoje atuam como traficantes da droga sejam “retirados da clandestinidade” e possam ser inseridos em um mercado legal da substância. O mesmo ele propôs para as “prostitutas e prostitutos” em 2012, ele sugeriu que a prostituição fosse legalizada no país, na ocasião, Jean Wyllys argumentou que, com a legalização, como acontece em outros países, seria mais fácil combater à violência contra a mulher, além da exploração do trabalho. Nessa mesma lógica estaria inserida famigerada liberação do uso da maconha seria uma mera ferramenta para acabar com a clandestinidade na comercialização do produto.

Não é por menos que um importante jornalista do “Jornal da Massa” do SBT afirmou que o jovem deputado Jean Wyllys não passa de um trapalhão oportunista que não merece credibilidade, precisamos de ações que tenham sustentabilidade e responsabilidade social, estamos fartos de políticos que simplesmente cobrem o problema com panos quentes.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...