sexta-feira, 17 de agosto de 2012




A vida me gerou
Por uma extensa fração do tempo
E mesmo assim
Nasci prematuro
 
Num difícil parto
Cesariano
Com parteiras
Inexperientes

A partir daí
A vida me fez poeta

Dizem que os poetas
São sofredores
Se sofrimento é poesia
Conheço um homem
Que morreu poeticamente
 
Sou discípulo dEle
Numa mistura meio que
Poeta com profeta

Quando tenho nas mãos
Uma caneta
E começo a rimar
Atrevo-me a ser poeta

Mas de repente
Me lembro
Que a poesia
Ajuda a amenizar a dor
E é companheira
Das noites em lágrimas
E então sou profeta

O poeta amenisa-a-dor
O profeta entermedia-a-dor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...