quarta-feira, 13 de abril de 2011

OS TRÊS PORQUINHOS: VERSÃO TROPA DE ELITE!

Era uma vez. Numa dessas muitas vezes em que mano Lobo desceu da “quebrada”, e foi para o centro. Em seu “kombão”, com “sonzera” ligada na maior altura, tocando o cd dos Racionais. Chegando na região “dus bacana”, tocou a campanhinha e foi logo gritando.
_ É o” truta” mano, vim buscar “a nota” que tu me deve...
_ Não tenho mais grana, velho _ Respondeu o garoto. _ A mesada acabou e eu já vendi “meus pano” tudo. Num sobrou nada mano, “tô lizo”...
Respondeu o Palito, se borrando e com a voz trêmula do outro lado. 

Fonte: google
_ Onde estão os pirralhos dos seus dois irmãos, eu dei pra eles trezentas gramas, pra eles fazerem uns “aviãozinhos” no colégio e eles fumaram tudo, vou ter que cobrar vacilo de vocês, eu sou o “Lord” mano, não posso ficar no prejú, senão a rapaziada perde o respeito morô?!

Ameaçou Mano Lobo.
_ Eles estão dormindo... Lobo, chegaram tarde ontem, do show do Luan Santana, amanhã a gente vê isso...

Então abre o portão que eu vou levar “uns bagúio” do barraco, e depois eu cobro a diferença de vocês.
_Não faça isso mano... o velho vai ficar louco quando chegar da igreja.
_ Vou contar até três se você não abrir essa "porra", eu vou quebrar tudo.


Derrepente.

"Sujô!!!
a pulícia chegô!"

Fonte: google
Mano Lobo paga pra eles uma propina de dois mil e um pacote de cem e logo é liberado na outra esquina.

E num outro quarteirão, a mesma estória se repete.
Três porquinhos estampam a primeira página do jornal.

Cada um com dois tiros de escopeta,

e cada um, com menos uma estória pra ser contada.



The End!!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...