terça-feira, 5 de maio de 2009

Ensaio sobre o amor e a loucura

.

Nessas horas me sinto
como vítima de um terrível assalto
mãos ao alto
não me toque
não me olhe
me deixa
a qualquer movimento brusco
eu posso te ferir
não me interfira
vou até o fim
não insista
se fizer o que mando
recolherei tudo
irei embora
e tudo ficará bem
e seremos felizes para sempre
(se der tempo)
roubados e sem magoas.

E num descuido
estamos presos
um ao outro, no outro
sem fiança
como loucos na estrada
de mãos dada.

.

Claudio Silva
.

Publicado no Recanto das Letras em 05/05/2009Código do texto: T1577469
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...