sábado, 17 de janeiro de 2009

Quando eu escrevo




"Quando eu estiver cantando não se aproxime".
Cantava em belos tons o saudoso poeta Cazusa. O que queria dizer? Qual era a sua angustia, que o levava a tentar expulsar os ouvintes? Seria o desejo de ficar sós? Ou seria a necessidade de privá-los de escultar algo que ele pensava desnecessario? Bom não importa, o que importa é que os seus ouvintes não deram atenção e o desobedeceram.
Mas e o poeta quando escreve? Será que tem o mesmo desejo? Que seus leitores se afastem? Bom! Se me atrevo a me intitular um, apenas desejo que meus leitores em algum momento tentem afastar meu texto de mim mesmo, pois algumas vezes quando escrevo, me aproximo de outro alguém, que não sou eu, e sim o "eu poetico, ou o eu lírico". Um alguém bem mais de coragem que eu mesmo, que não tem medo de expressar sua ideias.

Um abraço a todos
Sejam bem vindos ao meu "cantinho de idéias",
Ou seria meu "cantico de ideais"?

Claudio Roberto da Silva
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...